Venda de Arthur à Juventus rende quase R$ 15 milhões de reais ao Grêmio

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images


O modelo de negócio realizado entre Barcelona e Juventus, na transação envolvendo Arthur e Miralem Pjanic, fará com que o Grêmio fature R$ 15,5 milhões. Os clubes europeus realizarão operação financeira para ajustarem suas contas e não simplesmente uma troca de jogadores.

Nesta segunda-feira, o clube catalão anunciou que o meio-campista brasileiro vai para a Itália por 72 milhões de euros, cerca de R$ 439 milhões de reais, com a possibilidade de pagamento de mais 10 milhões de euros em bônus. Como clube formador, o Grêmio tem direito a 3,5% do negócio.

A cifra que entrará nos cofres do time gaúcho é de 2,5 milhões de euros, ou R$ 15,5 milhões na cotação atual, em valor que poderá ainda aumentar caso bônus sejam atingidos.

Arthur permanecerá no Barcelona até o fim da temporada 2019/20, em agosto. Ou seja: está apto para seguir defendendo o clube no Campeonato Espanhol e Liga dos Campeões. Ele disputou até o momento 72 jogos pelo clube espanhol e marcou quatro gols.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio


Arthur ficou no Grêmio ainda nas categorias de base e ficou no clube entre 2011 e 2018. Profissionalizado em 2015, o volante foi titular absoluto na conquista da Copa Libertadores de 2017.

Arthur permaneceu no clube até metade de 2018, quando foi negociado com o Barcelona por € 31 milhões mais variáveis. Ele também conquistou a Copa do Brasil em 2016 e dois Campeonatos Gaúchos.

Quer receber notícias toda hora?

Baixe agora o App do Camillo Joga10! Disponível para Android e iOS.