“Inconformado”, Vasco encaminha reclamação à CBF contra suposta “atuação temerária do VAR”

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Foto destaque: Bruna Prado/Getty Images


O Vasco da Gama está “inconformado” com a suposta “atuação temerária do VAR” no Campeonato Brasileiro. Para tanto, encaminhou uma reclamação à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em que pede auditoria do sistema de árbitro de vídeo.

Além disso, o Cruzmaltino solicitou a liberação dos áudios da arbitragem da partida em que perdeu por 2 a 1 para o Flamengo, no sábado (10).


Foto: Vasco / Divulgação


Em oficio de quatro páginas assinado pelo presidente Alexandre Campello, o clube diz que o VAR foi implementado para reduzir os erros da arbitragem, por outro lado, “o que se tem visto é que os ‘erros’ diminuíram sensivelmente contra determinados clubes e aumentaram contra outros”.

De acordo com o Gigante da Colina, citando reportagem do Globo Esporte, o Vasco teria nove lances em que o VAR modificou a decisão do árbitro de campo, “fora os lances em que o VAR deveria intervir a favor do Vasco e não o fez” no Brasileirão.


Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br


No documento, o clube destaca lances da partida contra o Flamengo em que, em sua visão, o prejudicaram, como o gol supostamente mal anulado e a “falta de critério para cartões”.

“Um recurso como o VAR deve ser utilizado da maneira mais transparente possível, para que não haja nenhum tipo de dúvidas sobre lances que podem decidir uma partida. Da maneira pouco uniforme e obscura como vem sendo utilizado, o recurso passa a representar um problema ao invés de uma solução”, conclui.

O Vasco entra em campo somente no domingo (18), às 18h15min, no Beira-Rio contra o Internacional.

Quer receber notícias toda hora?

Baixe agora o App do Camillo Joga10! Disponível para Android e iOS.