Em busca da Glória Eterna: Athletico-PR almeja primeiro título da Libertadores da América em sua segunda final

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Foto: Divulgação/Athletico

O Athletico-PR sonha com seu primeiro título da Libertadores da América, após 17 anos, a equipe volta para uma final da competição mais importante do continente.

No ano em que mais investiu na história do clube, o Furacão após ser campeão da Copa Sul-Americana por duas vezes nos últimos anos tenta o título de maior relevância. Confira a campanha de quando a equipe paranaense chegou na grande decisão.

Foto: Divulgação/Athletico

Em sua oitava participação, o Athletico-PR nunca venceu a Libertadores, o máximo que a equipe conseguiu foi um vice em 2005. Ademais, sem tanta tradição na competição, o Furacão soma quatro eliminações nas oitavas de final (2008, 2017, 2019 e 2020), além de duas na fase de grupos (2002 e 2014).

Dessa maneira, no total a equipe soma 76 jogos pelo torneio, com 35 triunfos, 14empates e 27 derrotas, tendo 106 gols feitos e 98 sofridos.

Com um elenco muito qualificado e competitivo, em 2005 foi o ano que o Furacão fez sua melhor campanha na Libertadores. Em um grupo muito equilibrado, ao lado de Independiente Medellín e América de Cali, ambos da Colômbia e Libertad-PAR, a equipe brasileira avançou na segunda posição com 10 pontos.

Nas oitavas de final, a equipe paranaense enfrentou o Cerro Porteño-PAR e após um empate em 3 a 3 na soma dos placares, a decisão foi para os pênaltis, onde o Furacão levou a melhor e avançou para as quartas pela primeira vez.

Em um duelo contra uma das equipes mais tradicionais do torneio, o Athletico não teve piedade do Santos e passou por cima do Peixe, com um agregado de 5 a 2, a equipe Rubro-Negra avançou para a semifinal da Libertadores.

No confronto de semifinal, o time brasileiro enfrentou o Chivas-MEX, um rival que havia passado por cima de todos os adversários, sendo assim, um duelo muito equilibrado valendo vaga na final. Porém, quem atropelou, foi novamente o Athletico, com um agregado de 5 a 2, o Furacão passou para a final do torneio mais importante do continente.

Em uma final brasileira, Athletico e São Paulo decidiram o título em dois jogos, por ter a melhor campanha, o Tricolor teve a vantagem de decidir em casa. No primeiro duelo, que aconteceu no Beira-Rio, com mando do Furacão, tudo igual em 1 a 1, sendo assim, deixando tudo em aberto para o Morumbi. 

Em São Paulo, diante de 71 mil torcedores, o Tricolor não tomou conhecimento da equipe comandada por Antônio Lopes e goleou por 4 a 0. Dessa maneira, o Athletico ficou com o vice da competição.

Foto: Divulgação/Athletico

Em 2022, após uma fase de grupos complicada e com troca de treinador, o Furacão chegou na fase final com motivação e confiante para fazer um grande mata-mata, trazendo reforços importantes, e dando experiência e qualidade para o elenco.

Na fase de frupos, a equipe passou em segundo, ficando atrás do Libertad, e eliminado The Strogest e Caracas. Para chegar na grande decisão, em busca da Glória Eterna, o time comandado por Felipão eliminou: Libertad, Estudiantes e Palmeiras.

>Quer começar a faturar grana com apostas esportivas? É só clicar, se cadastrar e fazer parte da Batfast, nova parceira do Joga10 News!

Quer receber notícias toda hora?

Baixe agora o App do Camillo Joga10! Disponível para Android e iOS.

Últimas notícias

Siga o Camillo Joga10!

Política de privacidade

feito por:

Times

Social

Prováveis

Times