Campanha histórica, feito inédito fora de casa e brilho de Artur; Veja a campanha do RB Bragantino até a final da Sul-Americana

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

De uma conquista na Série B a uma disputa de título na Copa Sul-Americana dois anos depois. O projeto do Red Bull Bragantino vai se consolidando e dando resultado em um curto espaço de tempo, até vendo a regularidade da equipe dentro do próprio Campeoanto Brasileiro.

O Massa Bruta é o 4° colocado na competição nacional, mesmo em determinados jogos entrando em campo com um time bem alternativo em vesperas de jogos de mata-mata, como foram os casos antes de Copa do Brasil e Sul-Americana. Fato é que deu resultado.

No próximo sábado, o Red Bull Bragantino já disputa o seu primeiro título internacional, desde uma “nova era”. A equipe do interior de São Paulo já fez história ao traçar uma campanha com feitos inéditos no clube e até mesmo dentro da Copa Sul-Americana.

Apesar do início ruim no Grupo G, com duas derrotas em três jogos, o Red Bull Bragantino soube reverter a situação de início e simplesmente embalou três vitórias consecutivas para confirmar a primeira colocação, já que apenas o líder avançava de fase no novo formato da competição, pela primeira vez tendo a primeira fase dividida em grupos.



Para chegar na grande decisão, o Massa Bruta teve de eliminar times tradicionais no futebol sul-americano, como o Independiente del Valle, recentemente campeão da Sul-Americana, Rosário Central, da Argentina, e agora o Libertad, do Paraguai.

Fato curioso é que o Bragantino simplesmente venceu todos os jogos fora de casa desde então. E somando os últimos dois da fase de grupos, conquistou um feito jamais realizado por um clube dentro da competição em toda a história: vencer cinco jogos seguidos fora de casa. Foram vitórias diante de Talleres (0-1), Tolima (1-2), del Valle (0-2), Rosário Central (3×4) e Libertad (1×3).

Destaque individual do Massa Bruta no torneio é o atacante Artur, principal jogador da equipe na temporada, e se tornando ainda mais protagonista na saída de Claudinho. Dentro da competição, ele simplesmente marcou sete gols, sendo o vice-artilheiro atrás de Álvarez Martínez do Peñarol, e sendo o principal garçom com quatro passes para gols em 12 jogos disputados.

Os números de Artur melhoraram na Sul-Americana a partir das quartas de final, quando marcou três gols no Rosário Central, fora de casa. Depois disso, fez um no duelo de volta, e outros três no Libertad, além de ter dado todas das quatro assistências nesse período.



Até chegar na final, o Red Bull Bragantino venceu nove jogos, perdeu dois e empatou apenas um. Entretanto, detalhe é que não perdeu os últimos nove jogos, as únicas derrotas aconteceram na 2ª e 3ª rodada da primeira fase.

Athletico Paranaense e Red Bull Bragantino duelam o título da Copa Sul-Americana na tarde deste próximo sábado, às 17h (de Brasília), no estádio Centenário, em Montevidéu, palco também da decisão entre Flamengo e Palmeiras, já na Libertadores, no próximo dia 27.

Gols do RB Bragantino na Sul-Americana:

7 – Artur

3 – Ytalo e Cuello
2 – Fabrício Bruno

1 – Helinho; Lucas Evangelsita; Eric Ramires; Praxedes; gol contra a favor

Black Friday Joga10: O maior desconto da temporada do plano Camillo Joga10 é aqui, vem conferir!

Quer receber notícias toda hora?

Baixe agora o App do Camillo Joga10! Disponível para Android e iOS.

Últimas notícias

Siga o Camillo Joga10!

Política de privacidade

feito por:

Times

Social

Prováveis

Times