Atacante Rony, do Palmeiras, é suspenso por quatro meses pela FIFA; entenda

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Foto destaque: Bruno Ulivieri/AGIF

O atacante Rony está punido por quatro meses, após decisão da FIFA. A punição se deve após uma ação judicial do Albirex Niigata, do Japão, seu ex clube, antes do Athletico-PR.

A suspensão inicia logo após a notificação nesta segunda-feira, sendo assim, Rony não pode participar de jogos e competições internacionais ou nacionais.

Além de Rony, o Athletico-PR também foi punido. O clube está proibido de registrar novos jogadores nas próximas duas janelas de transferência.

Segundo o advogado do Athletico-PR, a punição afeta as janelas de julho e de janeiro de 2020. Ou seja, o Athletico só poderá registrar novos jogadores a partir da metade de 2021.

“São duas janelas de transferência, o que resulta em um ano. Tem a janela agora de julho e a de janeiro. Não vai poder contratar jogadores nem no Brasil e nem fora. Aqui no Brasil você pode registrar jogador até setembro, mas no mundo inteiro só pode registrar nesses períodos. É um questionamento para a CBF, se o Athletico registrar vamos questionar até porque isso foi avisado”, – afirmou.

Foto: Cesar Greco


Mesmo com a punição de Rony e Athletico, o atacante terá que desembolsar US$ 1.129,499 ao Albirex Niigata, cerca de R$ 6 milhões de reais. A data limite para pagamento é de 30 dias.

Se quiser contestar a decisão, o jogador terá que ir ao Tribunal Arbitral do Esporte (CAS), dentro de 21 dias. Após essa data, a decisão é definitiva e não cabe mais recurso.

Quer receber notícias toda hora?

Baixe agora o App do Camillo Joga10! Disponível para Android e iOS.