Primeiro campeão brasileiro do século 21, Fabiano relembra título inédito do Athletico-PR: “Mudou a minha vida”

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Foto: Arquivo Pessoal/Fabiano

O dia 23 de dezembro está marcado na história do Athletico Paranaense. Foi exatamente nesse dia, 19 anos atrás, que o Furacão conquistou o Brasil com o primeiro título do Campeonato Brasileiro. Em entrevista exclusiva ao Joga10 News, o lateral-esquerdo Fabiano relembrou os momentos daquela conquista, que começou um pouco turbulenta, mas no fim, terminou em glórias.

Naquele time campeão brasileiro de 2001, os jogadores que mais se destacaram no Furacão foram: Nem, Gustavo, Alessandro, Cocito, Kleberson, Kleber Pereira e Alex Mineiro, que marcou oito gols nos quatro jogos decisivos do mata-mata, além do lateral-esquerdo Fabiano. No início da competição, foram quatro vitórias e um empate, sob comando de Mário Sérgio, gerando uma grande expectativa nos torcedores.

Entretanto, depois de uma sequência ruim, de quatro derrotas e um empate, o treinador entregou o cargo e foi na imprensa dizer: “Acabem com a noite ou a noite acaba com o Atlético Paranaense“. Mário Sérgio quis passar uma mensagem insinuando que os jogadores estavam tendo um desempenho ruim devido as ‘noitadas’ em Coritiba. Dessa forma, Fabiano, 19 anos depois, confirmou a versão à época, do técnico que veio a falecer no voo da Chapecoense em 2016.

“A gente quebrava a noite antes também (risos). O Mário Sérgio era um treinador que conhecia muito de futebol. O time começou bem, mas depois teve um declínio muito grande no desempenho e a derrota para o Fluminense foi a gota d’água… Dias antes a gente tinha ‘quebrado’ na noite em Curitiba e perdemos para o Fluminense. Então o Mário Sérgio jogou tudo no ventilador e falou na imprensa para o Brasil inteiro”, destacou.

“A gente tinha vários jogadores jovens, uma mescla muito boa. Um dia depois o Petraglia contratou o Geninho que, com aquele jeito de paizão, começou a arrumar a casa. E o Atlético entrou nos trilhos e deu esse boom de reconhecimento. Mas teve isso sim (dos jogadores saírem durante as noites em Curitiba)”, revelou.

Foto: Arquivo Pessoal/Fabiano

Titular absoluto naquela campanha, Fabiano foi um dos jogadores que se destacaram no futebol brasileiro e logo passou a ter mais visibilidade na Europa. Anos depois, chegou a jogar uma temporada pelo São Paulo, no Palmeiras, sempre foi sondado no Corinthians, passou sete anos no futebol italiano, passou na Espanha e Turquia, tudo isso graças ao título pelo Athletico Paranaense, o qual é muito grato em sua vida pessoal e profissional.

Esse título mudou a minha vida. O título de campeão brasileiro mudou a minha vida. Não só a minha vida, mas a de todos de que trabalharam naquela época no CT do Caju e financeiramente do Athletico Paranaense“.

Campeões do Brasil: O ano do Atlético-PR - Esportes in Foco

Foto: Arquivo Pessoal/Fabiano

A campanha do Athletico Paranaense, campeão brasileiro de 2001, terminou com 19 vitórias, seis empates e seis derrotas. Em atuações individuais memoráveis, Kléber Pereira e Alex Mineira, ambos do Furacão, terminaram o campeonato com 17 gols na competição. O detalhe é que, o camisa 9 marcou oito vezes nos quatro jogos decisivos do mata-mata.

O último tento de Alex Mineiro, inclusive, surgiu através de um chute de fora da área de Fabiano, o gol do título, no dia 23 de dezembro de 2001, contra o São Caetano, no Anacleto Campanella. O título que mudou a vida de Fabiano, de muitos jogadores naquele elenco e a história do clube. Tudo isso está marcado na memória do athleticano que celebra a conquista 19 anos depois.



“Alô, pessoal. Aqui é o Fabiano Rodrigues, campeão brasileiro em 2001. Quero deixar aqui registrado esse carinho imenso que tenho pelo clube, pela torcida do Athletico. Dia 23 de dezembro faz 19 anos do título do brasileiro de 2001, onde a gente se consagrou campeão naquele campeonato, que foi importantíssimo para todos envolvidos, dentro do clube, até mesmo para a torcida. Quero agradecer a todos que participaram também, a gente sabe da força que tínhamos, das dificuldades que encontramos. Mas graças a Deus a gente conseguiu ser campeão brasileiro em 2001 e marcar época no clube, deixando o nosso nome cravado na história dessa grande clube que é o Athletico Paranaense. Muito obrigado, estou muito feliz e muito grato por tudo que aconteceu comigo no clube, abraço”, registrou o lateral-esquerdo, em vídeo divulgado pelo Athletico-PR.

Joga CartolaFc e está mal nas ligas? Receba nossas dicas até o fim da competição em seu celular por apenas R$ 26,87.

Quer receber notícias toda hora?

Baixe agora o App do Camillo Joga10! Disponível para Android e iOS.

Siga o Camillo Joga10!

Política de privacidade

feito por:

Times

Social

Times