Hora da Copa do Mundo! Palpite para o Grupo E

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images/One Football

O maior torneio de futebol do mundo está perto do seu início, e claro que o Joga 10 News não ficaria de fora dos palpites para essa competição. Seguindo nossa análise de cada grupo, chegou a vez de falar do grupo E da Copa do Mundo.

Grupo D: Alemanha, Espanha, Japão, Costa Rica

Alemanha

A Alemanha chega para Copa do Mundo após finalmente uma mudança no comando técnico. Joachim Löw deixou o comando da equipe e jovem e bom treinador Hansi Flick, chegou para dar sequência ao trabalho.

Hansi Flick chega após excelente trabalho no Bayern de Munique, onde conseguiu vencer a Liga dos Campeões, e mantém a filosofia alemã de um time propositivo e que busca o gol a todo momento. O seu foco está em empurrar o adversário para o campo de defesa, e por isso a Alemanha costuma ter a posse de bola por a grande maioria da partida.

O problema da Alemanha é definir as jogadas, e por isso teve resultados inesperados ao longo do ciclo. Derrota para Macedônia, dois empates com a Hungria, vitórias suadas para Romênia, Omã, Republica Tcheca entre outros resultados.

O grande jogo da grupo será na segunda rodada, contra Espanha, equipe que deu a pior derrota de Hansi Flick no ciclo. Em novembro de 2020, a Alemanha foi derrotada por 6 a 0, num jogo válido pela Liga das Nações.

Resumo: A chave para Alemanha ir longe na Copa do Mundo será conseguir transformar a posse de bola em gols. A qualidade do meio de campo precisará suprir a falta de um camisa 9 de peso e goleador, algo que a Alemanha sempre teve em Copa do Mundo. Hansi Flick é um grande treinador, e poderá extrair o máximo dessa seleção.

Previsão: 7 pontos
Projeção dentro do grupo: 2ª posição

Espanha

Com uma seleçao renovada, a Espanha chega para mais uma Copa do Mundo cercada de promessas e expectativa do que esses novos jogadores podem render.

Com muitos nomes novos, Busquets, Alba e Carvajal ficaram como a experiência e base para garotos como Pau Torres, Pedri, Gavi, Ferran Torres e Dani Olmo. O treinador é o espanhol Luís Enrique, que já comandou o Barcelona.

O estilo de jogo é o mesmo já conhecido por muitos, o Tiki-Taka, que conta com muita troca de passe, movimentação, triangulações e aproximações do jogadores. Contudo, falta a Espanha definir melhor suas jogadas. A equipe costuma ter muito mais posse que o adversário mas quando encontra defesas muito fechadas e com linhas baixas, tem dificuldade de vencer.

Sem um grande nome para essa seleção, o destaque individual pode ser o garoto Pedri, do Barcelona. O motorzinho da equipe que vai e volta a todo momento, será o grande responsável por fazer esse jogo fluir e ligar o ataque que deve ser formado com Sarabia ou Olmo, Ferran Torres e Morata.

Resumo: A Espanha chega com muita qualidade e juventude para essa Copa. Resta saber se a garotada sentirá o peso de guiar a Espanha a fase mais decisivas da competição.

Previsão: 7 ponto
Expectativa dentro do grupo: 1ª posição

Japão

O Japão chega para sua sétima Copa do Mundo seguida, e dessa vez carregados de expectativa, mesmo em um grupo complicado.

Após uma boa Copa do Mundo de 2018, quando por muito pouco não eliminou a Bélgica nas oitavas de final após abrir 2 a 0, os Samurais Azuis chegam com uma safra renovada, mas ainda mesclada com nomes veteranos. A experiência dos jogadores em grandes ligas, pode ser um fator positivo para o Japão. Dos 26 convocados, 14 atuam nas principais ligas da Europa.

O sistema ofensivo é onde guarda os principais nomes da seleção. Wataru Endo, que atua no Stuttgart da Alemanha, Hidemasa Morita, que atua no Sporting de Portugal, Kamada (principal destaque), que atua no Frankfurt da Alemanha, Takumi Minamino, que atual no Mônaco da França, Kubo que atual no Sociedad da Espanha. Ou seja, uma seleção com peças interessantes do meio para frente.

O Japão joga em um 4-2-3-1 de forma principal, podendo alternar durante a partida para um 4-4-2, como foi no último mundial e em partidas do ciclo da atual edição.

Resumo: O Japão terá uma dura missão para avançar de fase, mas pode se aproveitar de uma Alemanha e Espanha não estando no seu melhor momento. Se conseguir empatar com uma das duas seleções favoritas, as chances aumentam, visto que a Costa Rica não deverá ser problema para ninguém do grupo.

Previsão: 3 pontos
Expectativa dentro do grupo: 3ª posição.

Costa Rica

Sensação da Copa do Mundo de 2014 e tendo jogado a Copa do Mundo de 2018, a Costa Rica volta para mais um mundial, porém sem muitas ambições. Com um elenco envelhecido (muitos remanecentes de 2014), e sem muitos jogadores atuando nas principais ligas da Europa, a Costa Rica está entre as piores seleções da Copa do Mundo do Catar.

Para piorar, os Ticos caíram em um grupo dificílimo, com duas gigantes da Europa e o Japão.

O destaque do time é o goleiro Keylor Navas, multicampeão com a camisa do Real Madrid e o líder dessa seleção. Outro jogador com mais vitrine é o atacante Joel Campbell, responsável pelo gol da classificação ao Catar e que já rodou por alguns clubes da Europa.

Resumo: A verdade que o Catar não demonstra nenhum potencial para essa Copa do Mundo. Com uma seleção que não fez um bom ciclo e não tem muitas peças com qualidade, resta se apegar ao desempenho espetacular de 2014 e tentar repetir.

Previsão: 0 pontos
Expectativa dentro do grupo: 4ª posição

Dica de aposta:

  • Japão +2.5 pontos no Grupo E

É simples, fácil, na hora! Lucre agora e já saque seu dinheiro. Se cadastre na casa de apostas que é referência em depósitos e saques rápidos, clica ai!

Quer receber notícias toda hora?

Baixe agora o App do Camillo Joga10! Disponível para Android e iOS.

Últimas notícias

Siga o Camillo Joga10!

Política de privacidade

feito por:

Times

Social

Prováveis

Times